Número de infectados por chikungunya no Brasil sobe para 41

Dos pacientes, 33 moram no município de Feira de Santana (BA) e oito no Oiapoque (AP)

Brasília – O número de pacientes que foram infectados no Brasil pelo vírus chikungunya já é maior do que o número de casos importados. Dados do Ministério da Saúde mostram que 41 pessoas adquiriram a doença – prima da dengue – no País, ante 38 casos que foram contaminadas quando estavam em viagem no exterior. Dos pacientes, 33 moram no município de Feira de Santana (BA) e oito no Oiapoque (AP).

Em nota, o Ministério da Saúde informou ter destacado funcionários para auxiliar o combate e prevenção da doença nos locais onde a transmissão foi confirmada. O vírus chikungunya é transmitido pela picada do mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus contaminados. Os dois mosquitos são também vetores da dengue.

Chikungunya tem sintomas semelhantes ao da dengue. A diferença é que a doença pode provocar, passada a forma aguda, dores nas articulações que podem perdurar por meses e exigir o tratamento de fisioterapia. Chikungunya, no entanto, não tem a forma hemorrágica. Por essa razão, mortes provocadas pela doença são mais raras.