Advogado de Cunha; Terremoto no Japão…

Odebrecht vende

O fundo canadense Brookfield acertou a compra de 70% da Odebrecht Ambiental pelo valor de 2,8 bilhões de dólares. A empresa atua na área de saneamento no Recife, no Rio de Janeiro e em 12 cidades do estado de São Paulo. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

___

Delação

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o ex-deputado Eduardo Cunha contratou o escritório do advogado Marlus Arns de Oliveira, especializado em delações premiadas. Entre os nomes já assessorados pela banca estão executivos da Camargo Corrêa e o empresário João Bernardi Filho. Cunha diz que a delação “não está no horizonte”. Os advogados devem entrar com pedido de habeas corpus nesta sexta-feira
___

Terremoto

Um terremoto de magnitude 6,6 atingiu a província de Tottori, o oeste do Japão, nesta sexta-feira. Até agora, há relatos de apenas 8 feridos. A Agência meteorológica japonesa não emitiu alertas de tsnumai, mas lembro que réplicas do tremor serão sentidas nos próximos dias.
___

Cunha e a GOL

As investigações da Lava-Jato apontam que empresas de transporte rodoviário do empresário Henrique Constantino, um dos herdeiros da GOL Linhas Aéreas, teriam pago propinas a Eduardo Cunha para a criação de uma comissão especial que tentaria isentar tributo sobre combustíveis (Cide) às companhias do setor. Foram identificados repasses para as empresas Jesus.com e GDAV — de propriedade de Cunha — que somam 4,5 milhões de reais entre julho e setembro de 2012 e em maio de 2015.

___

Não para

Outra descoberta da Lava-Jato sobre Cunha: uma simulação de empréstimo entre um aliado político e sua esposa, Cláudia Cruz, com o objetivo de lavar dinheiro. A Igreja Evangélica Cristo, que pertence a Francisco Oliveira da Silva, ex-deputado federal e aliado de Cunha, teria declarado à Receita um depósito de 250.000 reais na conta de Cláudia que nunca aconteceu. “A simulação do contrato de mútuo serviu apenas como uma fraude para dar lastro para o ingresso de recursos espúrios provenientes dos crimes praticados por Eduardo Cunha no patrimônio da investigada”, aponta relatório.

___

Negado

O ministro do Supremo Teori Zavascki negou na quinta-feira o pedido feito pela ex-presidente Dilma Rousseff para suspender a cassação do seu mandato pelo Senado, confirmada no processo de impeachment em agosto. A decisão ainda passará por avaliação do plenário da Casa, mas Teori considera que não cabe ao Supremo interferir na questão. “Seriam enormes as implicações para a credibilidade das instituições brasileiras no cenário mundial promover, mais uma vez – e agora por via judicial – alteração substantiva e brusca no comando da Nação”, disse.

___

Inadimplência cresce

A inadimplência das empresas cresceu 1,5% no terceiro trimestre do ano, na comparação com o trimestre anterior, apontam dados da consultora de crédito Boa Bista SCPC. Em relação ao mesmo trimestre do ano passado, a alta foi também de 1,5%. Nos últimos 12 meses, a inadimplência das pessoas jurídicas já soma 6,3%, um alívio de 1,3 ponto percentual em relação à mesma medida no segundo trimestre. A Boa Vista aponta que há sinais de uma desaceleração da inadimplência após oito trimestres consecutivos de elevação e que a tendência deverá ser observada no longo prazo.

_

Black Friday Brasil: 2,1 bilhões

Considerada a segunda melhor data para o varejo nacional, a Black Friday Brasil estima faturamento de 2,1 bilhões de reais, cerca de 30% maior do que a edição do ano passado. A estimativa é de uma pesquisa da empresa avaliadora de e-commerces Ebit. Dados do Google apontam que consumidores online no Brasil já somam 40 milhões de pessoas e 75% deles já comprou algo em alguma edição da Black Friday. É esperado que o período de crise aumente o interesse pelas ofertas em promoção da Black Friday.