Nova Radial Leste fica pronta só em 2016

O novo trajeto de 3,5 quilômetros é considerado fundamental para atrair empresas e melhores serviços para o extremo da zona leste

São Paulo – Com obras iniciadas em 2011 e previsão de término antes da Copa do Mundo, o prolongamento da Radial Leste vai ficar pronto só no início de 2016.

O novo trajeto de 3,5 quilômetros é considerado fundamental para atrair empresas e melhores serviços para o extremo da zona leste, no trecho entre Artur Alvim e Guaianases.

As novas pistas deveriam ter ficado prontas antes da Copa do Mundo, como previa a Prefeitura em 2011 – a construção começou logo após serem concedidos R$ 420 milhões em incentivos fiscais para o Corinthians construir seu estádio em Itaquera.

O Consórcio Pontal Leste, liderado pela Construtora OAS, foi contratado ao custo de R$ 138 milhões no final de janeiro de 2011.

Mas durante o ano de 2012 a construção chegou a ficar parada mais de quatro meses, por atrasos nos pagamentos da Prefeitura.

Passados quase quatro anos, a obra não teve nem 15% do projeto concluído até agora.

A prorrogação do contrato com o Consórcio Pontal Leste por mais 450 dias foi publicada hoje no Diário Oficial da Cidade.

A gestão do prefeito Fernando Haddad (PT) também prorrogou o contrato com o consórcio Camargo Correa-Constran para a construção do Terminal Rodoviário Itaquera – outra obra prevista para ser entregue antes da Copa do Mundo e que segue atrasada.

Viadutos

Além de 3,5 quilômetros de novas pistas, a nova Radial Leste terá dois viadutos já perto de Guaianases, com 350 metros de extensão cada um.

Eles farão a ligação entre a Avenida José Pinheiros Borges (Radial Leste) com a Rua Salvador Gianetti, facilitando o acesso entre os bairros de Itaquera e Guaianases e o município de Poá.

Além dos viadutos, também estão previstas alças de acesso, uma terceira faixa em um trecho já entregue da Radial Leste, dois pontilhões e uma ligação entre o bairro da Penha e a Estação do Metrô Artur Alvim.

Os responsáveis pela obra também precisam ainda fazer a canalização do Córrego Verde.