Brasil vê surgir um novo partido político por ano

PROS e Solidariedade fazem agora parte do sistema partidário brasileiro, que tem 32 siglas. Desde a Constituição de 1988, uma agremiação é criada por ano, em média

São Paulo – Criar um partido político não é algo que pode ser feito num piscar de olhos, mas isso não vem impedindo a proliferação de siglas no país: desde a Constituição de 88, os brasileiros veem surgir um novo partido por ano, criando uma sopa de letrinhas indigesta até para os mais hábeis memorizadores (veja lista ao final).

Ontem à noite, o PROS e o Solidariedade, que será presidido por Paulinho da Força, tornaram-se, respectivamente, a 31ª e a 32ª siglas do país.

O número ainda pode aumentar este ano. A ex-senadora Marina Silva batalha para que o seu Rede Sustentabilidade seja o 33º, mas suas chances são vistas como mais diminutas a cada dia. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) precisaria aprová-lo até o dia 5 de outubro.

A Constituição de 1988 completa no próximo mês 25 anos desde a sua promulgação. E exatos 25 partidos foram criados depois dela.

Considerados apenas os três últimos anos, esta média aumenta. Entre 2011 e 2013 (que ainda não acabou), foram quatro novas agremiações.

No Brasil, a criação de um partido exige a adesão de 492 mil eleitores em pelo menos 9 estados. Seria um processo razoavelmente trabalhoso, mas não faltam denúncias de falsificações de assinaturas. No caso do Solidariedade, por exemplo, são várias.

Muito além da ausência de algum espectro ideológico no sistema político, criar um partido no Brasil é um bom negócio: antes que seja necessário receber um voto sequer, os dirigentes já recebem dezenas de milhares de reais para administrar.

Criado no meio do ano passado, por exemplo, o Partido Ecológico Nacional (PEN) recebeu R$ 343 mil em apenas seis meses. Embora tenha acolhido alguns políticos com mandato na sua fundação, a sigla ainda não recebeu o voto de ninguém. Terá a primeira chance para isso em 2014.

Veja abaixo a lista com todos os partidos políticos do Brasil e o ano de criação de cada um deles:

  Sigla Nome Data da criação Quanto recebeu do Fundo Partidário em 2012 (em milhões)
32 SDD Solidariedade 2013  
31 PROS Partido Republicano da Ordem Social 2013  
30 PEN Partido Ecológico Nacional 19.6.2012 0,3
29 PPL Partido Pátria Livre 4.10.2011 0,6
28 PSD Partido Social Democrático 27.9.2011 10,8
27 PR Partido da República 19.12.2006 23,4
26 PSOL Partido Socialismo e Liberdade 15.9.2005 4,6
25 PRB Partido Republicano Brasileiro 25.8.2005 6,6
24 PSL Partido Social Liberal 2.6.1998 2,1
23 PTN Partido Trabalhista Nacional 2.10.1997 1,2
22 PCO Partido da Causa Operária 30.9.1997 0,6
21 PSDC Partido Social Democrata Cristão 5.8.1997 1,2
20 PHS Partido Humanista da Solidariedade 20.3.1997 3,2
19 PRTB Partido Renovador Trabalhista Brasileiro 28.3.1995 1,7
18 PCB Partido Comunista Brasileiro 9.5.1996 0,8
17 PSTU Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado 19.12.1995 0,8
16 PP Partido Progressista 16.11.1995 25,1
15 PTdoB Partido Trabalhista do Brasil 11.10.1994 2,5

  Sigla Nome Data da criação Quanto recebeu do Fundo Partidário em 2012 (em milhões)
14 PV Partido Verde 30.9.1993 13
13 PPS Partido Popular Socialista 19.3.1992 8
12 PRP Partido Republicano Progressista 29.10.1991 1,6
11 PMN Partido da Mobilização Nacional 25.10.1990 3,7
10 PSC Partido Social Cristão 29.3.1990 10,7
9 PTC Partido Trabalhista Cristão 22.2.1990 2,4
8 PSDB Partido da Social Democracia Brasileira 24.8.1989 37
7 PSB Partido Socialista Brasileiro 1°.7.1988 24,5
6 PCdoB Partido Comunista do Brasil 23.6.1988 10
5 DEM Democratas 11.9.1986 22,3
4 PT Partido dos Trabalhadores 11.2.1982 52,9
3 PDT Partido Democrático Trabalhista 10.11.1981 17,6
2 PTB Partido Trabalhista Brasileiro 3.11.1981 14,6
1 PMDB Partido do Movimento Democrático Brasileiro 30.6.1981 44,4