“Nenhum petista me intimida”, diz Doria sobre manifestação

O prefeito fez questão de deixar claro que a manifestação não o fará recuar em seus planos de concessões e privatizações

São Paulo – O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), reclamou sobre a manifestação feita em frente a casa dele, no fim da manhã deste sábado, 15. “Não há nenhum ‘ista’, nenhum petista, nem ninguém que me ameaça e que me intimida”, disse Doria acompanhado do prefeito regional de Pinheiros, Paulo Mathias. Durante o protesto, um manifestante foi preso sob a acusação de dano ao patrimônio público.

“Hoje pela manhã, a minha residência foi cercada por manifestantes que picharam o muro da minha casa, ameaçaram os seguranças que estavam aqui e fizeram uma manifestação em nome do MTST, do PT e de outros partidos esquerdistas” disse Doria a jornalistas.

“Quero deixar registrado primeiro o meu protesto: residência não é local de manifestação, que façam em frente à prefeitura ou em outros locais, não ameaçando ou pichando muros”, completou.

Quando questionado sobre a possível ação truculenta da GCM com os manifestantes, Doria despistou e não quis responder se concorda ou não com a ação. Ele disse que estava em casa no momento do protesto e que ouvia a movimentação.

“Aparentemente foi um movimento muito rápido, não houve tempo de reação e orientação também aqui não é estabelecer um campo de briga, nem um campo de luta”, disse.

O prefeito fez questão de deixar claro que a manifestação não o fará recuar em seus planos de concessões e privatizações em São Paulo e acusou o movimento de ser ligado ao PT.

“Registro que isso não vai inibir as nossas ações nem o programa de desestatização que estamos fazendo exatamente para evitar o que os gostam: um estado gordo com governo generoso para oferecer dinheiro para os que frequentam os partidos de esquerda e que alimentam movimento como esse”, completou ao confirmar que o muro será pintado ainda hoje. (Priscila Mengue)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Alberto Lopes Lapolli

    Como movimentos que exigem algo podem fazer usando métodos violentos trazendo dano ao Cidadão ou ao município??Das duas uma..ou estão errados nos seus meios ou são prontos pra isso.