Não vou participar de eventual governo Temer, diz Lisboa

Lisboa é o segundo economista de uma lista de apostas para compor a nova equipe econômica na possibilidade de o vice-presidente assumir o comando do país

Brasília – O ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda e presidente do Insper, Marcos Lisboa, negou que tenha sido sondado e que vá participar de um eventual governo do vice-presidente Michel Temer, no caso de prosperar o afastamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado Federal.

Após participar de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Lisboa afirmou que não teve nenhuma conversa com a equipe de Temer. “Não fui sondado e não vou participar de um eventual governo Temer”, afirmou.

Questionado insistentemente por jornalistas se faria parte de uma eventual nova equipe econômica, Lisboa repetiu: “Não tive conversa e não vou para o governo (Temer)”.

Lisboa é o segundo economista de uma lista de apostas para compor a nova equipe econômica na possibilidade de o vice-presidente assumir o comando do país.

Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, que também consta dessa lista, já disse que não vai assumir nenhum cargo, mas poderá contribuir informalmente de uma eventual gestão de Temer.