“Não tenho medo de Marina Silva”, diz Aécio Neves

Em sabatina realizada nesta quarta, o candidato do PSDB disse que o eleitor ainda não conhece as propostas de Marina Silva

São Paulo – “Tenho um respeito enorme pela candidata Marina Silva, mas tenho uma enorme confiança em nosso projeto para o Brasil”. Essa foi a resposta de Aécio Neves, candidato do PSDB à presidência, quando questionado se o fato de Marina Silva ter o ultrapassado nas pesquisas eleitorais o preocupava. 

Em sabatina organizada pelo jornal Estado de S. Paulo nesta quarta-feira, Aécio relativizou o desempenho de Marina na pesquisa Ibope divulgada ontem.

A candidata do PSB apresentou 29% das intenções de voto, atrás da presidente Dilma Rousseff (PT) que tem 34%, mas a frente do candidato do PSDB, que tem 19% dos votos. 

“Todos nós sofremos o impacto da morte de Eduardo Campos. A candidata Marina vai ter a oportunidade de mostrar suas ideias – o que ainda não teve espaço para fazer – e de falar do rumo pelo qual pretende levar o país. Aí sim o eleitor poderá decidir”, disse o candidato. 

Falando a uma plateia cheia de apoiadores de seu partido, Aécio subiu o tom da crítica ao comentar a entrevista de Eduardo Giannetti à Folha de S. Paulo no começo desta semana. O conselheiro econômico de Marina afirmou que a candidata gostaria de ter FHC e Lula em seu governo, caso seja eleita.

“Fernando Henrique tem compromisso com a estabilidade econômica, nós também. Lula tem compromisso com a inclusão social, nós também. Vamos trabalhar juntos”, disse Giannetti. 

A essa afirmação, Aécio respondeu: “Resta saber com que lado ela vai governar: o lado da estabilidade ou o lado do mensalão”.