“Não há plano B; o plano A, B, C, D, E, F é Lula”, diz Lindbergh

Líder do PT no Senado afirmou que o ex-presidente será o candidato petista à Presidência da República "de qualquer jeito"

Brasília – O líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), disse que o partido não tem plano B e que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será o candidato petista à Presidência da República “de qualquer jeito”.

“Podemos recorrer até ao Supremo Tribunal Federal (STF) e Lula vai ser candidato de qualquer jeito, mesmo sub judice. Esqueça essa história de plano B. Nosso plano A, B, C, D, E, F é o Lula”, disse o senador nesta quarta-feira, 13, em reunião das bancadas do PT da Câmara e do Senado com o ex-presidente.

Na abertura do evento, parlamentares criticaram o que chamam de perseguição do Judiciário ao ex-presidente Lula. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), disse que a Justiça está apressando o andamento do processo e não há provas contra Lula. “Se houver condenação, será a primeira condenação em que, não só não há provas como não há crimes”, afirmou.

O deputado Paulo Pimenta (RS) disse que o calendário eleitoral não é justificativa para que um tribunal altere suas regras e criticou o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) por ter marcado o julgamento de Lula para o dia 24 de janeiro, data em que completa um ano que a ex-primeira dama Marisa Letícia teve um AVC. Marisa morreu dez dias depois.