Municípios fluminenses estão livres de epidemia de dengue

Até o último boletim, de 25 de maio, o Rio de Janeiro havia contabilizado, neste ano, 28 mortes por dengue

Rio de Janeiro – Todos os 92 municípios fluminenses estão livres de epidemia de dengue, informou hoje (4) a Secretaria de Saúde do estado. Até o último boletim, de 25 de maio, o Rio de Janeiro havia contabilizado, neste ano, 28 mortes por dengue e notificado 178.765 casos suspeitos da doença em todo o estado. A epidemia estava confirmada em 29 municípios.

Segundo a Superintendência de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Saúde, a redução no número de casos de dengue já era esperada com a chegada dos dias mais frios e a intensificação das ações de controle da doença.

“Historicamente, há uma queda importante no número de casos de dengue nesta época do ano, apesar de haver ainda transmissões em vários municípios”, explicou, em nota, o superintendente de Vigilância Epidemiológica, Alexandre Chieppe.

O boletim da Secretaria de Saúde mostra que 12 pessoas morreram vítimas de dengue no município do Rio neste ano, o maior número de todo o estado. Depois vieram São Gonçalo, com três mortes, Maricá, com duas, e Magé, Volta Redonda, Itaocara, Itaperuna, Petrópolis, Duque de Caxias, São João de Meriti, Pinheiral, Valença, Barra Mansa e Campos dos Goytacazes, com uma morte em cada município.

Conforme a Secretaria de Saúde, de janeiro a maio do ano passado, foram notificados em todo o estado 145.078 casos suspeitos de dengue, com 34 mortes.

Além da campanha 10 Minutos contra a Dengue, cuja objetivo é engajar a população no combate ao foco do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, a Secretaria de Saúde vai distribuir 10 mil smartphones aos municípios para transmissão dos dados em tempo real. A tecnologia vai agilizar a elaboração dos relatórios com os dados coletados e permitir que o tempo de resposta para a implementação de ações de combate à doença e atendimento aos pacientes seja mais rápido.