Mulheres relatam casos de abuso com hashtag #MeuMotoristaAbusador

Mulheres têm usado a hashtag para relatar casos de assédio verbal, físico e sexual ocorridos em táxis ou serviços de motoristas por aplicativos

Após ter denunciado ter sido abusada sexualmente por um motorista de Uber, a escritora Clara Averbuck criou uma campanha para incentivar outras mulheres a compartilharem suas histórias traumáticas e conscientizarem sobre as dificuldades em conseguir transporte com segurança quando se é mulher.

A hashtag #MeuMotoristaAbusador foi utilizada por inúmeras usuárias nas redes sociais, que relataram casos de assédio verbal, físico e sexual ocorridos em táxis ou serviços de motoristas por aplicativos.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Thomaz Magno

    É lamentável uma escritora, que ninguém le, querer aparecer inventando uma história. E muito, muito pior é ter midia como EXAME, G1, entre outros darem IBOPE para tal fulaninha. Darei um conselho para essas Midias leiam as proprias materias leiam sobre o assunto, antes, qualquer pessoa comum percebe o que essa mulher de quinta categoria esta fazendo. Leiam os comentarios no facebook sobre essa noticia e veram é uma noticia que da Revolta de ser homem. E estamos a mercêr de qualquer uma em busca de gloria.