Mulher e filho de Lula pedem indenização por grampos

Eles alegam ter sofrido "dano moral" pela divulgação de conversas; informações são do jornal O Estado de S.Paulo

São Paulo — A ex-primeira-dama Marisa Letícia, seu filho Fábio Luís Lula da Silva e sua nora Renata Moreira entraram com uma ação contra a União. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

O motivo, de acordo com o jornal, é a divulgação de conversas telefônicas pela operação Lava Jato. Os três alegam ter sofrido danos morais e, por isso, pedem 300 mil reais de indenização. A Justiça já pediu a manifestação da Advocacia Geral da União. 

Relembre o caso

No último dia 17 de março, o juiz Sérgio Moro liberou áudios interceptados pela Polícia Federal (PF) nos aparelhos telefônicos usados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante as investigações da Operação Aletheia. 

Em uma das gravações, Marisa Letícia chama de “coxinhas” e xinga adeptos dos panelaços contra o governo. Ao falar com o filho Fábio disse querer que as pessoas “enfiassem as panelas no c…”.

Em outro momento, questionado pelo filho se “teve muita panela” em São Bernardo do Campo, a ex-primeira-dama responde que não, pois a cidade é terra de “lutador”, “trabalhador”.