Mulher de senador aparece em lista de apoio a nova sigla

O nome da mulher Cristovam Buarque foi incluído sem seu conhecimento na lista de apoiadores do Solidariedade, que busca assinaturas para ter registro

Brasília – A mulher do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) teve o nome incluído, sem seu conhecimento, na lista de apoiadores do Solidariedade, partido que está sendo criado pelo deputado Paulinho da Força (PDT-SP). Gladys Buarque é servidora pública aposentada.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, uma das suspeitas é que o sindicato dos servidores do Poder Legislativo, ao qual Gladys é filiada, tenha fornecido ilegalmente dados de seus 11 mil sócios para fichas de apoio ao Solidariedade.

“Um partido que usa meios ilegais e absurdos é preocupante. Eu espero que não nasça”, disse o senador. “É uma falta de respeito. Se quiserem formar um partido que o façam de forma correta”, reagiu Gladys.

Cristovam disse que o PDT terá de se manifestar sobre a presença de Paulinho no partido, caso o Solidariedade não tenha o registro concedido pelo Tribunal Superior Eleitoral. O Estado não conseguiu localizá-lo nesta terça-feira, 24. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.