MPF recorrerá de condenação de Lula para aumentar pena

Nesta quarta, o juiz Sérgio Moro condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão na ação sobre o caso do tríplex

Brasília – A força-tarefa da Lava Jato do Ministério Público Federal do Paraná (MPF-PR) divulgou nota na noite desta quarta-feira para afirmar que vai recorrer da sentença do juiz Sérgio Moro, que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão, para tentar aumentar as penas.

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, o MPF diz que vai pedir a reforma da decisão por manifestar “discordância em relação a alguns pontos da decisão, inclusive para aumentar as penas”.

A força-tarefa destaca que a sentença que condenou Lula “ostenta robusta fundamentação fática e jurídica, tendo analisado todo o enorme conjunto de provas apresentadas na denúncia e nas peças das defesas e produzidas na instrução da ação penal”.

“O processo tramitou às claras, com transparência, e permitiu amplas possibilidades para a defesa produzir provas e apresentar argumentos, os quais foram analisados detalhadamente pela Justiça”, afirma.

O MPF destaca que, com base nas provas, a Justiça Federal entendeu que o ex-presidente é culpado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Para a procuradoria, fica manifesto mais uma vez que os constantes ataques da defesa de Lula a Moro, procuradores e delegados, são uma estratégia de diversionismo.

“Isto é, uma tentativa de mudar o foco da discussão do mérito para um suposto antagonismo que é artificialmente criado unilateralmente pela defesa. Nenhuma das autoridades que atua no caso o faz com base em qualquer tipo de questão pessoal”, frisou a nota.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. roberto ferro

    MUITO POUCO MESMO 9 ANOS PARA QUEM QUEBROU TODAS AS INSTITUIÇÕES PUBLICAS.