Moro diz não poder comentar convite para ser ministro de Alvaro Dias

Convite feito por candidato do Podemos foi bastante explorado pelo presidenciável no primeiro debate televisivo da campanha, promovido pela TV Band

Brasília – O juiz federal Sérgio Moro, um dos responsáveis pela operação Lava Jato na primeira instância, divulgou nota nesta sexta-feira para afirmar que não comenta o convite feito pelo candidato do Podemos à Presidência, o senador Alvaro Dias, para que o magistrado assuma o Ministério da Justiça caso ele venha a ser eleito.

Esse convite feito por Dias foi bastante explorado pelo candidato a presidente no primeiro debate televisivo da campanha, promovido pela TV Band.

“Informo aos jornalistas e publicamente que reputo inviável no momento manifestar-me, de qualquer forma e em um sentido ou no outro, sobre essa questão, uma vez que a recusa ou a aceitação poderiam ser interpretadas como indicação de preferências políticas partidárias, o que é vedado para juízes”, disse Moro em nota.

Dias tem concentrado seu discurso na defesa da Lava Jato e, no debate da véspera, afirmou que, se eleito, institucionalizará a Lava Jato e a transformará em uma tropa de elite do combate à corrupção.

Veja também