Moro aceita ser Ministro da Justiça; confira repercussão dos políticos

Políticos se dividem diante da notícia de que Moro sairá da Operação Lava Jato e integrará futuro governo de Bolsonaro a partir de 2019

São Paulo – O juiz Sérgio Moro, famoso por ser responsável pela Operação Lava Jato na 1ª instância, aceitou hoje (1) o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para ser Ministro da Justiça e da Segurança Pública.

Para alguns, Moro ter aceitado o convite foi surpreendente, já que o próprio juiz afirmara no passado que jamais entraria para a política. Também, Moro terá de abandonar a Operação Lava Jato, ainda em andamento. Ele tinha encontro marcado com o ex-presidente Lula no próximo dia 14.

A notícia caiu como uma bomba entre políticos do governo e da oposição. Os comentários se dividem: entre os que desejam boa sorte a Moro e que avaliam que sua ida ao governo será positiva; e os que criticam Moro por “perder a sua imparcialidade” (ou “mostrar que nunca foi imparcial”).

Confira:

Fernando Henrique Cardoso

Ex-presidente do Brasil

Lula

Ex-presidente do Brasil

João Doria

Governador eleito em São Paulo (PSDB)

Dilma Rousseff

Ex-presidente do Brasil

Fernando Haddad

Concorreu à presidência pelo PT

Gleisi Hoffmann

Presidente do PT e senadora (PT-PR)

Guilherme Boulos

Líder do MTST

Jean Wyllys

Deputado federal (PSOL-RJ)

Joice Hasselmann

Deputada federal (PSL-SP)

Maria do Rosário

Deputada federal (PT-RS)

Ronaldo Caiado

Governador eleito por Goiás (DEM)

Flávio Dino

Governador do Maranhão (PCB)

Janaina Paschoal

Deputada estadual (PSL-SP)

Ivan Valente

Deputado federal (PSOL-SP)

Manuela D’Ávila

Deputada estadual (PT-RS)

Roberto Jefferson

Presidente do PTB

Fernando Holiday

Vereador (DEM-SP)

“Pela primeira vez desde a redemocratização, a pasta não será ocupada por indicação partidária. Agora, ele terá um papel fundamental não só no combate à corrupção, mas também no combate ao crime organizado.”

João Amoêdo

Fundador do Partido Novo

Lindbergh Farias

Senador (PT-RJ)

“Poucas coisas podem ser mais descaradas do que isto. Sempre alertamos que Moro atuava como militante, e não como magistrado. Depois de interferir no processo eleitoral, vira ministro do candidato beneficiado por ele. Em qualquer lugar do planeta isso seria um escândalo.”

Patrus Ananias

Deputado federal (PT-MG)

ACM Neto

Prefeito de Salvador (DEM)

Durante coletiva de imprensa na Bahia, disse: “O juiz Sérgio Moro já demonstrou o seu compromisso absoluto no combate à corrupção, na defesa intransigente da aplicação da lei para todos,.Portanto, não poderia haver melhor nome. Acho que essa já é uma boa iniciativa do presidente eleito Jair Bolsonaro, porque mostra o compromisso do governo em buscar os melhores quadros, assim como mostra também o compromisso do governo em permitir uma firme posição no combate à corrupção, da defesa da transparência e do conhecimento da lei”

Kim Kataguiri

Deputado federal (DEM-SP)