Morales expressa apoio a Lula após condenação em 1ª instância

O presidente da Bolívia expressou apoio a Lula e assegurou que o petista seguirá adiante "com o respaldo de seu povo"

La Paz – O presidente da Bolívia, Evo Morales, expressou solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado a nove anos e meio de prisão pelo juíz Sérgio Moro nesta quarta-feira, e considerou que a condenação ocorre porque o petista é temido pela “oligarquia brasileira”.

“Um golpe judicial contra o irmão Lula, potencial candidato que garantia a vitória do povo brasileiro. Toda a nossa solidariedade”, escreveu Morales em sua conta no Twitter, com uma foto de ambos.

O governante boliviano expressou apoio a Lula “nesta caça às bruxas” e assegurou que o petista seguirá adiante “com o respaldo de seu povo”.

“Querem proscrever o irmão Lula, a oligarquia brasileira tem medo de sua liderança e presença na Pátria Grande #LulaInocente”, concluiu.

Lula foi condenado a nove anos e meio de prisão nesta quarta-feira por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, mas ainda cabe recurso. A sentença foi ditada pelo juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância.