Moraes conversará com Temer sobre novo presidente do Cade

O mandato de quatro anos do atual presidente do órgão antitruste, Vinícius Marques de Carvalho, se encerra no próximo domingo, 29

Brasília – O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes (PSDB-SP), disse nesta quarta-feira, 25, que ainda irá conversar com o presidente em exercício Michel Temer sobre a sucessão no comando do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O mandato de quatro anos do atual presidente do órgão antitruste, Vinícius Marques de Carvalho, se encerra no próximo domingo, 29.

“Ainda conversarei com o presidente Temer sobre o perfil e a pessoa que iremos indicar para o Cade. O importante é que essa pessoa continue o bom trabalho do Cade, ampliando a eficiência e a autonomia do órgão”, afirmou, após solenidade de despedida de Carvalho, que faz nesta quarta sua última sessão de julgamento à frente do órgão.

Moraes não disse se o escolhido poderá ser um dos atuais conselheiros do tribunal de defesa da concorrência.

Enquanto o indicado não for aprovado pelo Senado, o decano do colegiado, Márcio de Oliveira, assumirá a presidência interinamente.

Entre os casos que o novo presidente do órgão antitruste terá de julgar é o processo sobre o suposto cartel na compra de trens e metrôs pelo governo do Estado de São Paulo, ao qual Moraes estava vinculado, ocupando o cargo de Secretário de Segurança Pública.

O caso está na Superintendência-Geral do Cade e deve ir a julgamento pelo plenário do órgão até o fim do ano.