“Momento é de testosterona”, diz Ciro sobre Marina nas eleições

O ex-governador e ex-ministro criticou o comportamento de Marina Silva, dizendo que "não a vê com apetite de ser candidata"

Rio – O pré-candidato a Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, atacou possíveis postulantes de outros partidos ao posto durante um almoço com empresários na Firjan, no centro do Rio, na tarde desta quinta-feira, 19.

Sobre Marina Silva, o ex-governador do Ceará disse que não a vê com energia para a disputa e que, além disso, “o momento é muito de testosterona”, hormônio masculino.

Também dirigiu críticas aos tucanos Geraldo Alckmin, João Doria e Aécio Neves, a quem chamou de “cadáver político”.

Ciro disse que Aécio “continua dando as cartas” e afirmou que o PSDB insiste em não tirá-lo do comando do partido.

“Aécio é um cadáver político, e o que se faz com um cadáver é sepultar. E aí não sei por que não se sepulta. O cara está lá dando as cartas. A onda de revolta pede que ele saia da presidência do PSDB (da qual Aécio está licenciado). Ele não vai sair. Então não resolve”, disse.

O ex-governador e ex-ministro criticou o comportamento de Marina Silva. “Não a vejo com apetite de ser candidata, ou então é uma tática nova que eu nunca vi na minha vida pública, que é o negócio de jogar parado, de não dar opinião. Não vejo ela com a energia e o momento é muito de testosterona. Eu não elogio isso, é algo do Brasil. É um momento muito agressivo, e ela tem uma psicologia muito avessa a isso”, afirmou.

Ciro acrescentou que o PSDB “vai fazer uma campanha situacionista”, “segurando a alça de um caixão de um governo que tem 3% de aprovação, ou vai deixar para a véspera da eleição para sair e ficar com o justo estigma de oportunista”.

“Para não parar de fazer besteira, o Doria contesta o Alckmin, que o inventou. Qualquer político sabe que o Alckmin aumentava as remotas e decrescentes chances do PSDB. Portanto, o PSDB vai se decidir por ele e aí não se resolve o problema. Deixa o Doria desgastando o Alckmin”, disse.

Apesar das críticas ao partido, Gomes afirmou que “quer representar um certo pedaço do PSDB, que ajudou a fundar”. “Fui o primeiro e único governador eleito pelo PSDB pelas eleições de 90 e rompi por causa da fraude do real porque não queria ser confundido com aquilo”, afirmou.

Ciro disse ainda que Jair Bolsonaro, neste momento, “representa uma coisa muito respeitável que é a repulsa do povo brasileiro com a prática média da política”. Destacou, porém, que “o voto não é catártico”.

“Essas bofetadas que o Supremo dá, que o Congresso dá, todo dia o Bolsonaro vira uma coisa catártica de protesto. Mas o voto não é catártico. O voto é afirmativo. Portanto, na hora que o PSDB de organizar, eles vão começar a se canibalizar. O PSDB subindo, e o Bolsonaro subindo. E eu vou passando”, afirmou.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Concurso Auditor receita

    Nossa que desespero pra encontrar alguma coisa contra o Ciro… Eu vi a palestra e tá totalmente fora de contexto essa fala que vocês estão colocando…

  2. Concurso Auditor receita

    Dória querendo alimentar o povo com refugo e não vi nada sobre isso aqui…

  3. Mulheres também produzem testosterona.

  4. A testosterona em níveis ideais traz inúmeros benefícios. A mulher se sente mais disposta no dia a dia e também para praticar atividade física, leva ao aumento da massa muscular, melhora libido sexual, ajuda a emagrecer, eleva capacidade de memória, tem efeito antidepressivo, efeito cardioprotetor e aumenta massa óssea.

  5. Leonardo Britto

    O Ciro é o mais preparado e vcs estão tentando desconstruir ele pois sabe q ele não servirá a vcs golpistas

  6. Leonardo Britto

    O Ciro é o mais preparado e vcs estão tentando desconstruir ele pois sabe q ele não servirá a vcs golpistas!!!!!@

  7. Lucas Carvalho

    Na vida estamos sempre aprendendo. Somos todos capazes de cometer equívocos. Acho que a explicação dele é bem coerente..

  8. Douglas Borges de Campos

    A testosterona é um hormônio presente no corpo feminino, só que em menores proporções. As atletas de alto rendimento produzem maiores índices desse hormônio e não deixam de ser mulheres. Ele se refere ao candidato que para entrar no embate, tem que ter um discurso mais robusto, arrojado.
    Na verdade, preconceito está na cabeça de quem lê, enraizado no esteriótipo de que nordestino é machista. Que bom que esse pessoal não topou com a Maria bonita…