Ministério Público denuncia 35 investigados na Lava Jato

Segundo a procuradoria, estão entre os nomes o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, o doleiro Alberto Youssef, além de 22 pessoas ligadas a empreiteiras

São Paulo – O Ministério Público Federal afirmou nesta quinta-feira, 11, que vai denunciar 35 pessoas suspeitas por ligação em um esquema de desvios envolvendo contratos da Petrobras, investigadas na Operação Lava Jato.

A lista com os nomes ainda não foi divulgada, mas segundo a procuradoria estão entre eles o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, o doleiro Alberto Youssef, além de 22 pessoas ligadas a empreiteiras.

São citadas na denúncia a OAS, Camargo Corrêa, UTC, Mendes Jr., Engevix e Galvão Engenharia, todas alvo da sétima etapa da Lava Jato.

O MPF estima que R$ 300 milhões tenham sido desviados no esquema, mas acredita que o valor chegue a R$ 1 bilhão.

De acordo com o procurador, foram identificados 154 atos de corrupção e 105 atos de lavagem de dinheiro.

Em instantes mais informações.