Militar rouba veículo dos Bombeiros e é detido no Congresso

Detenção ocorreu após uma intensa perseguição na Esplanada dos Ministérios, e a polícia diz não saber sobre os objetivos do militar com o roubo

Um militar que roubou um caminhão de bombeiros e dirigiu em alta velocidade até o Congresso Nacional, em Brasília, foi detido na madrugada deste domingo, após uma intensa perseguição na Esplanada dos Ministérios, informou o governo do Distrito Federal (DF).

Apesar de alguns meios terem informado inicialmente que se tratava de um ato terrorista, a Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF) afirmou que na investigação preliminar “não foram encontrados elementos que apontem para a caracterização de um atentado terrorista”.

Fabrício Marcos de Araújo é bombeiro militar do DF e retirou o veículo sem autorização por volta das 01H30 na periferia de Brasília.

Depois dirigiu o veículo em alta velocidade em direção ao Congresso Nacional, situado no centro de uma avenida onde também ficam os edifícios dos ministérios, a Presidência e o Supremo Tribunal Federal.

A SSP-DF não confirmou se Araújo pretendia chegar ao Congresso e qual era seu objetivo ao roubar o caminhão.

Após ordenarem várias vezes que ele parasse, os agentes atiraram contra as rodas do veículo e conseguiram detê-lo a 1,5 km do Congresso.

Araújo foi detido no local pelos crimes de “roubo qualificado, desobediência, danos ao material da administração militar e tentativa de dano”, segundo o Código Penal Militar brasileiro, acrescentou a secretaria.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Andre Miranda

    É uma pena, um militar sem passado, beber demais e agir sem pensar.. pior que ele nem vai poder fazer acordo de delaçao premiada, um cara que dedica a vida a salvar a vida de seja la quem for vai ter a carreira encerrada, ja um politico corrupto que nao percebe que a cada desvio mata milhares de pessoas, mata sim pq se nao roubassem o rachao (imposto) chegaria nos menos afortunafos e eles nao veriam nos, que pagamos impostos como inimigos mas sim o eleito que ganha muito bem e ainda assim nao deixa nossa verba chegar pra equilibrar a desigualdade.. o bombeiro errou, fez uso de alcool, droga licita que da coragem e incentiva nossos jovens a utilizar drogas novas, se tivesse fumado maconha teria dormido ou pensaria duas vezes.. 3 pontos de critica.. ele ta errado sim, mas ele precisa de ajuda nao ficar preso como nossos “covardes politicos” da lava jato, esse bombeiro pode ser recuperado, ja nossos politicos corruptos.. esses mataram crianças pois a merenda nao chegou, esses nos m contra a populaçao carente e vice versa.. e vao passar dias na prisao e voltar ricos.