Metrô de SP terá trens reservas e segurança à paisana no carnaval

Companhia que administra o metrô na capital paulista também informou que reforçará em 30% todo o seu quadro operativo

São Paulo – A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) terá um esquema especial de funcionamento durante o carnaval.

Além de trens reservas em todas as linhas, também haverá reforço de 30% em todo o quadro operativo e seguranças à paisana nos vagões e estações.

No último fim de semana, com 187 blocos de pré-carnaval, a Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos informou que o botão de emergência dos trens foi acionado 39 vezes, o que fez as linhas ficarem desenergizadas 15 vezes.

Também houve registro de passageiros sentados na plataforma com as pernas voltadas para a via. Os problemas causados por esses foliões fizeram as operações parciais nas linhas somarem duas horas e 44 minutos.

“Nosso grande pedido aos usuários é para que não façam isso. Se algum engraçadinho fizer alguma coisa, por negligência ou sabotagem, nós vamos mandar para a polícia”, afirmou Clodoaldo Pelissioni, secretário da pasta.

De acordo com o Metrô, haverá reforço de funcionários nas estações próximas de locais de desfile e concentração de blocos, como Luz, Consolação, República, Anhangabaú, São Bento, Paraíso, São Joaquim, Vergueiro, Barra Funda, Portuguesa-Tietê e Vila Matilde.

A Estação Faria Lima, onde está localizado o Largo da Batata, um dos principais pontos de dispersão dos blocos do carnaval, terá novamente a formação de “bolsões”. A entrada na estação será feita de um lado da avenida e a saída, pelo outro. “Conversamos com a Prefeitura e a Polícia Militar para que os problemas que ocorreram no fim de semana não se repitam. Tinha trio elétrico na entrada da estação, isso não vai ser permitido”, diz Pelissioni.

Cinzas

Na quarta-feira, 14, as estações das Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 4-Amarela terão a abertura antecipada para as 4 horas.

A medida tem o objetivo de atender os usuários que chegarem à capital pelos Terminais Rodoviários Tietê e Jabaquara (integrados à Linha 1-Azul) e Barra Funda (integrado à Linha 4-Vermelha). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.