Mesmo com pouca chuva, nível de abastecimento sobe

O nível de praticamente todos os sistemas que abastecem São Paulo subiu nesta quarta-feira

São Paulo – O nível de praticamente todos os sistemas que abastecem São Paulo subiu nesta quarta-feira, 8. É o que revelam os dados diários divulgados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

O Sistema Cantareira, principal manancial que abastece 6,2 milhões de pessoas na Grande São Paulo, registrou aumento de 19,6% para 19,7% no período.

Outros reservatórios também registraram aumento, exceto pelo Guarapiranga, que teve queda de 84,3% para 84,1%.

Mesmo no novo método de cálculo da Sabesp, o Cantareira também registrou aumento, e foi de 15,1% para 15,2%. Foi registrado 0,3 mm de chuva no período.

Há algumas semanas, a Sabesp passou a divulgar um novo cálculo para a contagem da reserva do sistema, após pressão do Ministério Público Estadual.

Na prática, tanto a antiga metodologia quanto a nova consideram o mesmo volume de água armazenada: 150,6 bilhões de litros. O que muda é a base de comparação. Na antiga, a divisão é feita entre o volume armazenado e o útil. Na nova, os dois são auferidos.

Os reservatórios de Rio Grande e Rio Claro registraram os maiores aumentos – de 96,3% para 96,8% e de 44,7% para 45,2%, respectivamente.

Alto Cotia subiu de 65% para 65,3%. Já o Alto Tietê registrou aumento de 0,1% – de 22,2% para 22,3%.