Mercosul proporcionou condições contra crises, diz Dilma

Dilma participa da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados

São Paulo – A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira, em Montevidéu, que o Mercado Comum do Sul (Mercosul) proporcionou as condições para que os países pertencentes ao bloco pudessem enfrentar as crises econômicas globais, como a iniciada em 2008.

“O mercado comum nos proporcionou melhores condições para enfrentar crises internacionais, como a de 2008. Fluidez tem sido incentivo fundamental ao aprofundamento da integração em novas cadeias produtivas”, afirmou.

Dilma citou que, na última década, o intercâmbio comercial entre os países do Mercosul aumentou 12 vezes. “Nesse mesmo período, nosso comércio com o mundo cresceu apenas oito vezes”, ressaltou.

“Nas últimas décadas, o Mercosul foi projetado para o mundo”, emendou.

Dizendo que o mercado comum da América do Sul é a “mais bem-sucedida e mais abrangente iniciativa de integração da região”, ela disse ser necessário “resguardar o patrimônio comum” construído no bloco.

“Transformar a lógica das relações é algo muito difícil. Cada vez mais somos Mercosul, um Mercosul diverso. Transformamos a lógica das relações na América do Sul”, afirmou.

Dilma participa da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados.