Menina argentina que caiu em vão do Galeão deixa o CTI

Camila caiu de uma altura de cerca de sete metros de altura quando brincava com os dois irmão mais velhos

Rio – A menina argentina Camila Palacios Busnelli, de três anos, que caiu no sábado, 4, no Terminal 2 do Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio, teve alta do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, zona sul.

Ela foi encaminhada para a Unidade Intermediária Infantil do hospital onde permanece até o momento. Seu quadro é estável e evolui bem, mas ela ainda passa por avaliação médica e não tem previsão de alta.

Camila caiu de uma altura de cerca de sete metros de altura quando brincava com os dois irmão mais velhos.

Ela conseguiu passar por um vão entre a escada rolante e o guarda-corpo cuja distância é de quase 20 centímetros. Segundo o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia no Rio (CREA-RJ), o espaço deveria ser de, no máximo, onze centímetros.

Por causa da queda, a criança teve traumatismo craniano e de face e foi internada no Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro, e depois transferida para o Miguel Couto.