Membro do COI preso vai deixar hospital e prestar depoimento

A polícia do Rio prendeu o principal dirigente olímpico da Europa por suspeita de envolvimento em um esquema de venda ilegal de ingressos

Rio de Janeiro – O membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) preso no Rio de Janeiro Patrick Hickey estava prestes a deixar o hospital nesta quinta-feira e deve ser levado a uma delegacia para prestar depoimento, disse à Reuters uma fonte próxima à situação.

A polícia do Rio prendeu o principal dirigente olímpico da Europa, em uma operação na quarta-feira pela manhã, por suspeita de envolvimento em um esquema de venda ilegal de ingressos para os Jogos Olímpicos do Rio.

O irlandês, de 71 anos, deu entrada no hospital Samaritano com dores no peito depois de sua prisão.