Médico veta participação de Bolsonaro em debate da Globo

O médico avaliou como negativa a participação do candidato no debate pelo nível de estresse que poderia ter reflexos no seu quadro de saúde

São Paulo — O candidato do PSL, Jair Bolsonaronão irá participar do debate da TV Globo, marcado para esta quinta-feira (4). A informação foi confirmada por assessores próximos ao presidenciável.

O cirurgião Antonio Luiz de Vasconcellos Macedo, que cuidou de Bolsonaro, durante sua internação no Hospital Albert Einstein, após o ataque a facas sofrido em setembro, visitou o candidato, em sua casa no Rio de Janeiro na manhã desta quarta.

Segundo o médio, a participação do candidato no debate não é recomendável pelo nível de estresse da sabatina. A situação poderia ter reflexos no seu quadro de saúde.

Os filhos, a mulher de Bolsonaro e o presidente do PSL, Gustavo Bebianno, também se declararam contra a participação do candidato no confronto. Apenas o próprio Bolsonaro se mostrava com interesse de comparecer.

Politicamente, as últimas pesquisas, que mostraram o aumento de sua a vantagem em relação ao segundo colocado, Fernando Haddad (PT), também contribuíram para a avaliação de que a ida ao programa seria desnecessária. 

O candidato do PSL tem focado em impulsionar suas redes sociais e gravar “lives” (transmissões ao vivo via Facebook) para ganhar mais eleitores.

Debate

A sabatina organizada pela TV Globo é a última de uma série de sete encontros entre os principais candidatos à presidência nas eleições deste ano.

Segundo a emissora, a transmissão desta quinta-feira começará a partir do encerramento da novela “Segundo Sol”.

O apresentador William Bonner será o mediador do debate, que será transmitido do estúdio da Globo no Rio de Janeiro.