MEC corta mais 1.287 vagas em cursos superiores

O MEC já havia cortado mais de 7 mil vagas de cursos de Biomedicina, Fisioterapia, Nutrição, Farmácia, Enfermagem, Odontologia e Medicina

São Paulo – O Ministério da Educação (MEC) anunciou mais uma redução de vagas de cursos de ensino superior. O corte totaliza 1.287 vagas de Educação Física, Serviço Social e Fonoaudiologia com conceitos ruins. Ao todo, 58 cursos tiveram vagas reduzidas: 33 de Educação Física; 16 de Serviço Social, e 9 de Fonoaudiologia.

O MEC já havia cortado mais de 7 mil vagas de cursos de Biomedicina, Fisioterapia, Nutrição, Farmácia, Enfermagem, Odontologia e Medicina.

Os cursos atingidos tiveram notas 1 e 2, consideradas insatisfatórias no Conceito Preliminar de Curso (CPC). O índice vai de 1 a 5 e mede a qualidade dos cursos por meio das notas no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e da estrutura da instituição, entre outros.

Entre as instituições paulistas que tiveram cursos punidos estão PUC-SP, Uniban e Faculdade Paulista de Serviço Social (FAPSS). A Uniban afirma que foi adquirida pelo Grupo Anhanguera Educacional e tem um plano de melhorias. A FAPPS afirma que “não se reconhece na nota” e os alunos boicotaram a prova. A PUC-SP não se pronunciou.