MEC afirma que nenhuma disciplina deixará de ser obrigatória

O texto sobre o novo ensino médio deu a entender que o ensino de artes, educação física, filosofia e sociologia deixaria de ser obrigatório após educação básica

São Paulo – A medida provisória (MP) sobre as mudanças no ensino médio brasileiro, divulgada nesta quinta-feira (22) pelo Ministério da Educação, deu a entender que o ensino de artes, educação física, filosofia e sociologia deixaria de ser obrigatório ao final da educação básica.

No início da noite de ontem, porém, o MEC admitiu que a versão do texto estava equivocada. A versão final garante todas as disciplinas exigidas atualmente por lei.

Em nota, o MEC afirmou que não está decretado o fim de nenhum conteúdo e de nenhuma disciplina. O que a Base Nacional definir, todas elas serão obrigatórias na parte da Base Nacional Comum: artes, educação física, português, matemática, física, química. A Base Nacional Comum será obrigatória a todos, diz o comunicado em resposta à repercussão negativa nas redes sociais. 

Em entrevista ao portal Zero Hora, o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Soares, assumiu a responsabilidade pelo erro.

“Temos que fazer algumas opções, não tem jeito: é preciso diminuir algumas coisas para ter outras. Mas todos os alunos terão essas disciplinas que hoje já têm. A diferença é que eles poderão se aprofundar mais naquelas em que têm mais interesse”, disse o secretário ao jornal. 

Veja a declaração do secretário.


Veja 7 respostas sobre o novo ensino médio apresentado por Temer.