MDIC: programa de investimento não será renovado

Ministro defende que país amplie a política de desoneração

O Programa de Sustentação do Investimento (PSI) não deverá ser prorrogado após o seu término, em março de 2011, segundo adiantou hoje o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Miguel Jorge.

“Dentro do cenário de contenções para o próximo ano, o PSI não deve ser renovado”, afirmou. “Agora é preciso fazer uma política mais ampla de desonerações, completou.

De acordo com dados do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o programa criado em julho de 2009 já contratou R$ 103 bilhões em recursos, dos quais R$ 76 bilhões já foram liberados até outubro.

Em café da manhã com jornalistas, Miguel Jorge também disse acreditar que o Brasil não terá taxas de crescimento tão elevadas como a de 2010. “Não acredito que a gente repita um crescimento como o deste ano. Isso também nem é bom, porque gera pressões inflacionárias”, concluiu.