Marun: Governo não trabalha com hipótese de 3ª denúncia contra Temer

Marun argumenta que eventual acusação iria se referir a ato ocorrido antes de Temer assumir o mandato o que impede a aceitação da denúncia

Brasília – O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, reafirmou nesta terça-feira que o governo não trabalha com a possibilidade de apresentação de uma nova denúncia contra o presidente Michel Temer, desta vez envolvendo a edição de um decreto sobre a área portuária.

Marun argumenta que eventual acusação iria se referir a ato ocorrido antes de Temer assumir o mandato o que impede a aceitação da denúncia sob pena de ferir a Constituição.

“Esse decreto dos portos é a investigação de um assassinato sem cadáver”, disse Marun. “A Rodrimar não foi beneficiada”, disse, referindo-se à empresa também envolvida na investigação.

“Por isso que não trabalhamos com hipótese de terceira denúncia”, resumiu.