Marun: distribuidoras da Eletrobras e cadastro positivo são prioridades

Ministro da Secretaria de Governo disse que havia um pleito de incluir projeto que prevê autonomia do Banco Central, mas admitiu que questão é polêmica

Brasília – O governo pretende votar até julho o projeto de desestatização das distribuidoras da Eletrobras, o cadastro positivo e a medida provisória que cria o Ministério da Segurança Pública.

As prioridades da pauta legislativa foram discutidas em reunião nesta terça-feira, 12, com os ministros da Fazenda, Eduardo Guardia e do Planejamento, Esteves Colnago, e líderes do governo. “Fizemos uma análise da pauta legislativa emergencial para esse fim de primeiro semestre para ser levado ao parlamento. Tenho certeza que vamos conseguir votar os projetos”, afirmou Carlos Marun, ministro da Secretaria de Governo, depois de deixar a Fazenda.

O ministro disse que havia um pleito de incluir projeto que prevê autonomia do Banco Central. “É uma questão polêmica, não sei se conseguimos votar no meio das eleições”, completou.