Marina Silva se compara à árvore em resposta a Eduardo Jorge

A candidata do PSB postou um vídeo em seu Facebook em que diz que é magrinha, mas tão forte quanto uma árvore da Amazônia

São Paulo – O primeiro debate entre os candidatos à presidência da República esquentou a campanha eleitoral. Marina Silva, candidata do PSB, se mostrou incisiva e pode ter surpreendido quem a considerava “fraquinha”. E ela parece determinada a desfazer esta imagem de frágil.

Durante o debate de ontem, Eduardo Jorge, do PV, chegou até a chamá-la de “magrinha”quando comentava sobre a dívida pública. Na hora, Marina não tocou no assunto. Mas, aparentemente, a resposta ao candidato veio hoje nas redes sociais.

Em sua página oficial  no Facebook, Marina postou um vídeo em que diz que não é “fraquinha” acompanhado da frase “Para quem diz que sou magrinha e fraquinha”.

Com um tom de voz não ouvido por quem acompanhou o debate ontem, a candidata se compara à árvore Biorama, da Amazônia. “O pessoal diz que a Marina é magrinha, fraquinha. Eu sou magrinha. Mas olha, eu venho da Amazônia”, afirma.

E explica: “Tem uma árvore chamada Biorana. Tem a Biorana branca e a Biorana preta. A Biorana preta não fica tão grossa, mas experimenta bater com o machado, sai faísca e ela não verga!”

No debate de ontem, Jorge do PV fez a plateia rir com a seguinte afirmação: “Se auditar a nossa dívida e colocar ela numa ressonância, ela vai sair magrinha, parecida com você.

(Reprodução/ Facebook/ Marina Silva)