Marcos Valério é preso em Minas Gerais por fraude

Empresário, que foi operador do mensalão, é acusado de cometer fraude documental na Bahia

O empresário Marcos Valério foi preso na madrugada desta sexta-feira, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, confirmou há pouco a Polícia Civil da Bahia, que atua em conjunto com a polícia mineira. Segundo informações do Ministério Público da Bahia, Valério é acusado em um esquema de fraude documental no estado. Com a ajuda de oficiais de cartório e advogados, o empresário criava matrículas de imóveis que não existiam e que eram dados como garantia nas negociações de suas empresas.

Na chamada Operação Terra do Nunca, estão sendo cumpridos esta manhã mais de 20 mandados de prisão preventiva em Minas Gerais e também nas cidades de Barreiras, Santa Maria da Vitória e São Desidério, no oeste da Bahia. Os mandados foram expedidos pela Justiça baiana, após investigação do MP estadual.

Marcos Valério ficou conhecido quando veio à tona o mensalão, o maior escândalo político da história recente do Brasil. Ele era o operador do esquema de pagamento de propina à base aliada do governo Luiz Inácio Lula da Silva, comandado pelo então ministro da Casa Civil José Dirceu.