Marcha das Margaridas deve reunir 100 mil em Brasília

A nova edição do evento espera reunir cerca de 100 mi mulheres trabalhadoras

São Paulo – A 4ª edição da Marcha das Margaridas será realizada nos próximos dias 16 e 17, no Parque da Cidade, em Brasília, e espera reunir cerca de 100 mil mulheres trabalhadoras.Neste ano, as participantes seguirão em marcha com o lema “Desenvolvimento Sustentável com Justiça, Autonomia, Igualdade e Liberdade”. De acordo com a coordenação do evento, as pautas de reivindicações entregues ao governo no dia 13 de julho partem da constatação de que a pobreza, desigualdade, opressão e violência predominam entre as trabalhadoras do campo e da floresta.

Foram construídas pautas de reivindicação baseadas em sete eixos: Biodiversidade e Democratização dos Recursos Naturais; Terra, Água e Agroecologia; Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional; Autonomia Econômica, Trabalho e Renda; Educação Não Sexista, Sexualidade e Violência; Saúde e Direitos Reprodutivos; Democracia, Poder e Participação Política. Os eixos são compostos por 158 pontos que, segundo a organização, atendem não somente as trabalhadoras rurais, mas a sociedade como um todo. A Marcha das Margaridas foi assim batizada em homenagem à dirigente sindical Margarida Maria Alves (1943-1983), considerada símbolo da luta das mulheres por terra, trabalho, igualdade, justiça e dignidade.