Manifestantes pedem CPI contra prefeito filmado pegando dinheiro

Emanuel Pinheiro aparece nos vídeos gravados por ordem do ex-governador do Mato Grosso e delator Silval Barbosa (PMDB)

São Paulo – As imagens de políticos de Mato Grosso socando dinheiro vivo em malas, caixas de papelão, bolsas e bolsos levaram manifestantes às ruas da capital Cuiabá nesta terça-feira, 29.

Eles protestam pela instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o prefeito Emanuel Pinheiro, do PMDB.

Dezenas ocuparam a entrada da Câmara de Vereadores aos gritos de “fora Emanuel” e “Emanuel, seu lugar é na prisão”.

Pinheiro aparece nos vídeos gravados por ordem do ex-governador Silval Barbosa (PMDB). A cena foi gravada pelo ex-chefe de gabinete de Silval, Silvio Cézar.

O prefeito enche os bolsos de dinheiro. Tanto dinheiro que maços de cédulas até caem no chão. Rápido, ele agacha-se para resgatar as notas espalhadas no chão.

O site Midianews, de Cuiabá, informou que a manifestação é liderada pelo Movimento Brasil Livre.

O vídeo que pegou Emanuel Pinheiro faz parte da delação premiada de Silval junto à Procuradoria-Geral da República. O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), homologou a delação. Fux a classificou de “delação monstruosa”.

Por meio de sua assessoria, o prefeito de Cuiabá disse que vai provar que não fez nada de ilícito.