Manifestantes fecham ruas em protesto no centro do Rio

Os manifestantes protestam contra as reformas trabalhista e da Previdência, e também pedem a saída de Temer e do governador do Rio, Pezão

Rio – Cerca de duas mil pessoas se reúnem nesta noite próximo à Igreja da Candelária, no centro do Rio, em protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Os manifestantes também pedem a saída do presidente Michel Temer e do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, ambos do PMDB.

O ato interrompe o fluxo de veículos na Avenida Rio Branco e em parte da Avenida Presidente Vargas, duas das principais vias do centro do Rio. O VLT também teve sua circulação suspensa. A Polícia Militar acompanha a manifestação.

O protesto deve seguir até a Cinelândia, onde encerra o dia de manifestações no Rio.

Veja também