Manifestantes derrubam barreira na Alerj e PM tenta dispersão

O protesto começou pouco antes das 10h e foi mobilizado por conta do início das discussões do pacote de medidas anticrise

Rio – Depois de quatro horas de protesto, servidores que se mantinham nesta quarta-feira, 16, em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) conseguiram retirar uma parte da barreira metálica colocada pela polícia para conter o ato e passaram ocupar a escadaria do prédio.

A polícia reagiu lançando spray de pimenta nos manifestantes para dispersá-los. Eles deixaram a escada, que por volta das 13h30 estava tomada por policiais militares.

Alguns manifestantes permaneciam tentando furar o bloqueio da PM. Os servidores que estavam em cima do carro do som discursando pediam calma a ambos os lados.

O protesto começou pouco antes das 10h e foi mobilizado por conta do início das discussões do pacote de medidas anticrise enviado pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) à casa.

O policiamento já havia previsto ações mais ousadas pelos manifestantes. São dezenas de PM e barreiras que isolam a Alerj em sua porta principal, fundos e laterais.