Manifestação contra aumento das passagens acontece hoje em SP

A concentração está marcada para às 17h, em frente à sede da Prefeitura da capital

São Paulo — O Movimento Passe Livre (MPL) convocou para a tarde desta terça-feira (07) o primeiro ato contra o aumento na tarifa do transporte público na cidade de São Paulo.

A concentração está marcada para às 17h, em frente à sede da Prefeitura da capital. “Eles [João Doria e Bruno Covas] ainda dizem que não aumentaram mais, porque terão menos ‘gastos’ em 2020. Mas isso é porque querem cortar centenas de linhas e reduzir ainda mais a frota de ônibus”, diz comunicado do MPL.

Desde 1º de janeiro, os preços das passagens de ônibus, metrô e trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) subiram de R$ 4,30 para R$ 4,40.

O reajuste, segundo a prefeitura, é de 2,33% e “está abaixo da inflação anual prevista pelo boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, que é de 3,86%”.

Diariamente, 8,3 milhões de passageiros são transportados nas linhas disponíveis do Metrô e da CPTM. Já os ônibus transportam cerca de 8,8 milhões de pessoas todos os dias.