Magno Malta, “vice dos sonhos” de Bolsonaro, não é reeleito para Senado

Foram eleitos os candidatos Fabiano Contarato (Rede), com 31,14% dos votos válidos, e Marcos do Val (PPS), com 24,06% dos votos válidos

São Paulo – Com 17,05% dos votos, Magno Malta (PR) não foi reeleito para o Senado pelo Espírito Santo. Ele é senador desde 2003.

Ele é um dos principais aliados de Jair Bolsonaro e chegou a ser cotado como “vice dos sonhos” pelo candidato, mas não aceitou para tentar a reeleição.

Foram eleitos os candidatos Fabiano Contarato (Rede), com 31,14% dos votos válidos, e Marcos do Val (PPS), com 24,06% dos votos válidos.

Nascido em Nova Venécia, Contarato é policial civil e tem 52 anos. Aos 47 anos, Marcos do Val é instrutor da SWAT, instrutor-chefe e fundador do CATI – Treinamento Policial, instituição de treinamento policial com atuação internacional, com unidades na Europa e Estados Unidos.

Ricardo Ferraço (PSDB) também não foi reeleitos, ficando com 13,38% dos votos válidos.