Lula diz que general Mourão precisa de “curso sobre humanismo”

"General Mourão, não julgue avós e mães pobres pelo seu conceito medíocre sobre a espécie humana", disse Lula em carta publicada na sede da Polícia Federal

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou nesta quarta-feira na polêmica sobre as declarações do general Antônio Mourão, candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro, que disse que os filhos de famílias sem figura paterna tendem a ser atraídos pelo narcotráfico.

“General Mourão, não julgue avós e mães pobres pelo seu conceito medíocre sobre a espécie humana”, disse Lula em carta publicada na sede da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso.

“Eu e sete irmãos fomos criados por uma mulher analfabeta chamada Dona Lindu e duvido que exista alguém na sociedade brasileira que educou os filhos melhor do que ela. Pode ter igual, melhor nunca (…). General, um conselho, faça um curso sobre o Humanismo”.

A polêmica surgiu após o vice de Bolsonaro declarar que “a família sempre foi o núcleo central”. “A partir do momento em que a família é dissociada, surgem os problemas sociais que estamos vivendo e atacam eminentemente nas áreas carentes, onde não há pai e avô, mas sim mãe e avó. Por isso é fábrica de elementos desajustados que tendem a ingressar nessas narcoquadrilhas”.

Lula cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Com Bolsonaro hospitalizado se recuperando de uma facada no abdômen que recebeu em 6 de setembro, durante um comício em Juiz de Fora, o general Mourão tem ganhado protagonismo e gerado polêmicas, como seu candidato a presidente.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. sinesio gimene

    um bandido , analfabeto, corrupto , mandando um general fazer um curso, pois nao se encherga mesmo, faça um curso de honestidade, sinceridade, honra ,etc voce lixo nao sabe o que é isto

  2. Quem esse presidiário pensa que é para falar de um general do exército brasileiro?