Lula continua nosso candidato, afirma Gleisi Hoffmann

A presidente do PT afirmou que Lula é inocente e que sua candidatura pertence a uma parcela expressiva do povo brasileiro

São Paulo – Em coletiva nesta quinta-feira, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, reafirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva permanece como candidato do partido para as eleições deste ano após o julgamento do STF na véspera que negou o habeas corpus preventivo ao petista.

A senadora justificou que Lula é inocente e “será candidato porque a candidatura dele não pertence ao Partido dos Trabalhadores, já é a candidatura de uma parcela expressiva do povo brasileiro, cabe a nós defende-lo e viabiliza-lo a candidatura.”

Sobre a reação de Lula ao resultado do julgamento que permite que ele seja preso antes de esgotados todos os recursos cabíveis, Gleisi afirma que ele está “sereno, com a consciência tranquila dos inocentes”. Segundo ela, uma estratégia jurídica está sendo discutida pela defesa.

Para a presidente do partido, a prisão de Lula seria uma injustiça e uma violência. “Nós consideramos uma prisão política e uma prisão que vai expor o Brasil ao mundo, viraremos uma republiqueta de banana”, disse.