Curtas – uma seleção do mais importante no Brasil e no mundo

A varejista gaúcha Lojas Renner foi anunciada na noite desta segunda-feira, em São Paulo, como a empresa do ano da premiação Melhores e Maiores, de EXAME

Lojas Renner é a empresa do ano

A varejista gaúcha Lojas Renner foi anunciada na noite desta segunda-feira, em São Paulo, como a empresa do ano da premiação Melhores e Maiores, de EXAME. Em 2017, a varejista — dona também das bandeiras Camicado, de artigos para o lar, e Youcom, de moda jovem — teve um faturamento de 2.2 bilhão de dólares e um lucro líquido de 221 milhões, valor 14% superior ao do ano anterior. Setenta lojas foram abertas. Três delas no Uruguai, numa primeira incursão da rede fora do Brasil. A companhia também aumentou o quadro de funcionários em 10%. Ao final de 2017, tinha quase 20 000 contratados diretos. Entre as varejistas de capital aberto, a Lojas Renner é a líder em produtividade, com a maior criação de riqueza por empregado. O ranking completo das 500 maiores empresas do país será publicado na edição especial Melhores e Maiores, de EXAME, que estará nas bancas, no site EXAME e no aplicativo EXAME na próxima quinta-feira, dia 16.

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

Copersucar é a campeã do agronegócio

A comercializadora de açúcar e etanol Copersucar foi a campeã do agronegócio em Melhores e Maiores, de EXAME. Em 2017, o lucro líquido da Copersucar foi multiplicado por 13 na comparação com 2016, superando os 76 milhões de dólares, enquanto as 400 maiores empresas do agronegócio registraram uma alta de 41,4% no lucro no mesmo período, para um total combinado de 5,4 bilhões de dólares. A Copersucar viu também sua rentabilidade sobre o patrimônio líquido subir de 5,1% para 38,7% no ano passado em relação ao anterior. Os números foram consequência de um pesado programa de investimento em infraestrutura e de internacionalização da companhia, que virou nos últimos anos um gigante global mais preparado para lidar com períodos de instabilidade típicos do setor.

Crise turca chega ao Brasil

A crise cambial da Turquia desembarcou no Brasil nesta segunda-feira. O governo americano anunciou, na semana passada, o aumento das tarifas sobre o aço e alumínio turcos, causando uma grande instabilidade na moeda turca, que já passava por momentos de desvalorização, de 40% desde janeiro, e registrando uma inflação de 16%. Hoje, um dólar americano equivale a 7 liras turcas. Com a notícia, o Banco Central Europeu afirmou que estava “preocupado” com a exposição dos bancos europeus ao país. No Brasil, o dólar fechou o dia com alta de 1%, a 3,89 reais. A moeda atingiu seu maior valor à tarde, valendo 3,91 reais. É a maior cotação para a moeda em um mês.

Nova fase de saques do PIS/Pasep

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil iniciam nesta terça-feira (14) a segunda fase de pagamento das cotas do PIS/Pasep para todas as idades. Quem retirar o dinheiro a partir de agora receberá 8,9741% a mais do que receberia na primeira fase. O rendimento anual do fundo ficou acima da inflação acumulada nos últimos 12 meses até junho, de 4,39%, segundo o IBGE. O valor médio a ser pago a cada cotista a partir de agora é de 1.493 reais, em média. O saldo das cotas do PIS/Pasep que não foi sacado na primeira fase de pagamentos, que terminou no dia 29 de junho, foi corrigido durante o mês de julho.

Mantega vira réu

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nesta segunda-feira denúncia apresentada pela força-tarefa de investigadores da Operação Lava Jato contra o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. Com a decisão, Mantega se torna réu em uma ação penal pelos crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), três ex-diretores da empreiteira Odebrecht ofereceram vantagens ilícitas ao ex-ministro para que ajudasse na edição de uma medida provisória de interesse da empresa. Segundo a investigação, foram disponibilizados 50 milhões de reais em uma conta do setor de propinas da empresa, que ficou à disposição de Mantega. Parte do valor teria sido repassada aos publicitários Mônica Moura e João Santana, delatores na Lava Jato, para ser usada na campanha eleitoral de 2014.

Lula vai

Em carta divulgada nesta segunda-feira (13), o ex-presidente Lula reafirmou sua candidatura à Presidência da República. No documento, publicado no site oficial do ex-presidente, o petista afirma que falará à população pelas vozes do candidato a vice pelo PT, Fernando Haddad, e da deputada estadual Manuela D’Ávila (PCdoB), que será a vice com a provável impugnação da candidatura de Lula pela Lei da Ficha Limpa. “Sou candidato sim à Presidência da República”, disse o ex-presidente em carta a um radialista do Ceará, na qual afirma que está preso “sem provas” e com o único motivo de tirá-lo das eleições presidenciais. “Acharam que me isolando aqui me calariam, mas eu falarei pela voz do companheiro Fernando Haddad e da companheira Manuela D’Ávila, que irão viajar o Brasil dizendo o que estamos propondo para consertar tudo que o golpe desarrumou neste país”, afirmou. Apesar de estar preso desde abril por condenação em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro, Lula terá sua candidatura presidencial registrada pelo PT nesta semana, com Haddad como vice.

Agenda positiva?

Segundo coluna da Folha de S.Paulo, o governo Temer vai editar nos próximos dias uma medida provisória que facilitará a renovação da carteira de habilitação de motorista (CNH). O objetivo por trás da medida, diz a coluna, é melhorar a avaliação do presidente Michel Temer (MDB), a dois meses da eleição. O projeto, que está sendo fechado pelo ministro da Cidades, Alexandre Baldy, determinará que, a partir da expedição da CNH, motoristas façam apenas exames médicos a cada cinco anos, e não precisem mais passar pela burocracia para renovar o documento.

Arábia Saudita com a Tesla?

O presidente-executivo da montadora Tesla, Elon Musk, afirmou que ainda está em negociações com potenciais patrocinadores de uma possível aquisição da empresa, incluindo o fundo soberano da Arábia Saudita. Em mensagem escrita, Musk disse que o fundo saudita quer que a fabricante de carros elétricos feche seu capital e que está envolvido em negociações que já duram quase dois anos com a empresa. A publicação reforçou o anúncio inesperado do bilionário do Vale do Silício da semana passada, de que ele estava considerando tornar a empresa privada e que tinha assegurado financiamento para isso. Além disso, Musk afirmou que seus comentários no Twitter – sobre a possibilidade de um acordo -, teriam recebido apoio do fundo, que depende de compromissos financeiros e outros relacionados à análise dos números da montadora. O Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita (PIF, na sigla em inglês) é conhecido por investimentos em tecnologia, incluindo os 45 bilhões de dólares investidos no Vision Fund, do SoftBank Group.

Irã sem conversa

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, proibiu a realização de qualquer negociação direta com os Estados Unidos, informou a TV estatal iraniana, nesta segunda-feira (13). À televisão, Khamenei rejeitou a proposta realizada pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de realizar um encontro diplomático com o país, e afirmou que o governo americano nunca recua de seus interesses para realizar negociações. Além das acusações aos EUA, o líder iraniano afirmou que a má gestão econômica de seu país é um fator que tem prejudicado a resistência às novas sanções impostas pelos EUA. “Mais do que as sanções, a má gestão econômica está colocando pressão sobre iranianos comuns. Eu não chamo de traição, mas de um grande erro de administração”, disse Khamenei. A moeda do Irã perdeu aproximadamente metade de seu valor desde abril em antecipação à retomada das sanções americanas, em decorrência, principalmente, da alta na demanda de dólares por iranianos comuns tentando proteger suas economias.