Líder do PSDB na Câmara: Parente estava “focado em recuperar Petrobras”

Nilson Leitão afirmou que Parente é um "grande executivo", que repercutia segurança na política da Petrobras perante o mercado

Brasília – Líder do PSDB na Câmara dos Deputados, o deputado federal Nilson Leitão lamentou a saída de Pedro Parente da presidência da Petrobras, após o pedido de demissão divulgado na manhã desta sexta-feira, dia 1º.

“Ele tinha uma ideia fixa de como recuperar a Petrobras depois da estatal ter ficado destruída com o governo Dilma, o que já estava acontecendo”, disse o deputado.

Leitão afirmou que Parente é um “grande executivo”, que repercutia segurança na política da Petrobras perante o mercado.

“Agora precisa ser nomeado alguém de carreira da Petrobras, com formação técnica, que traga segurança para a política da Petrobras e para a sociedade”, opinou o deputado, que não tem palpites sobre quem será nomeado para ocupar o cargo.

Para Leitão, a política de preços da Petrobras adotada por Parente foi necessária, sendo que a mudança em torno dos preços dos combustíveis deveria estar focada no problema tributário do Brasil.

“A situação como está é muito mais pelos impostos do que pela política de preços da estatal”, disse o parlamentar.