Líder do PMDB na Câmara avalia retirar Sergio Zveiter da CCJ

A possível troca de Zveiter evitaria que ele fosse escolhido novamente como relator

Brasília – O líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP), disse nesta sexta-feira, 14, que avalia fazer mais uma troca na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mesmo após a aprovação de um parecer contrário ao prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer. O alvo é o deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ).

Isso porque, mesmo sendo do partido do presidente, o parlamentar recomendou a abertura do inquérito pedido pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Temer, quando foi escolhido como relator da matéria na comissão. O relatório do deputado acabou sendo rejeitado pela maioria do colegiado, após uma série de trocas comandada pelo Palácio do Planalto junto aos membros titulares da CCJ.

A possível troca de Zveiter evitaria que ele fosse escolhido novamente como relator em uma possível segunda denúncia apresentada contra Temer pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

“Vamos fazer essa avaliação. Eu poderia ter feito essa troca assim que ele (Sergio Zveiter) foi escolhido como relator. Achei que não era o momento razoável. Agora existe uma determinação do partido para que os deputados em plenário acompanhem a decisão da legenda”, argumentou. O PMDB fechou questão sobre como seus deputados devem votar em relação à denúncia.

Baleia Rossi indicou ainda que o partido vai monitorar se algum deputado do PMDB deixar de seguir a orientação da legenda e votar pela abertura do processo de inquérito contra o presidente. “O certo é que o partido fechou questão e vamos aguardar as votações em Plenário”, disse. No dia 2 de agosto, o pedido de investigação da PGR deve ser analisado pelo Plenário da Câmara.