Líder comunitário é assassinado na zona norte do Rio

De acordo com a assessoria de imprensa da Força de Pacificação, ele foi atingido por disparos de arma de fogo

Rio de Janeiro – O líder comunitário do Morro do Timbau, Osmar Paiva Camelo, foi assassinado na tarde desta segunda-feira, 15, na sede da Associação de Moradores da favela que integra o Complexo da Maré, na zona norte.

De acordo com a assessoria de imprensa da Força de Pacificação, após ser atingido por disparos de arma de fogo, ele foi socorrido por moradores e encaminhados para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Camelo era policial militar reformado. Segundo o jornal O Dia, ele foi atingido por sete disparos à queima roupa por um homem que chegou em um moto e usava capacete. Ele ainda não foi identificado.

Ainda de acordo com o jornal, uma mulher que estava com o líder comunitário no momento foi atingida de raspão e encaminhada para o Hospital Geral de Bonsucesso, na zona norte.

Em nota, a Força de Pacificação informou “que não há indícios de que esse homicídio tenha qualquer intenção de interromper o processo de pacificação” e acrescentou que “a rotina segue normal, com patrulhamento ostensivo, revistas e prisões em flagrante”.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Capital.