Barco com mais de 100 pessoas naufraga na Baía de Todos os Santos

Uma lancha que faz travessia Mar Grande a Salvador virou nesta manhã. Ao menos 18 pessoas morreram

São Paulo – Um dos barcos que faz a travessia de passageiros entre  Salvador (BA) e a região de Mar Grande, na Baía de Todos os Santos, virou na manhã desta quinta-feira (24). Ao menos 18 pessoas morreram no acidente – o número de desaparecidos ainda não foi confirmado.

Cerca de 100 pessoas chegaram com vida em unidades de saúde da região, segundo informações da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia. O estado de saúde dos pacientes não foi divulgado.

No entanto, segundo o comandante Flávio Almeida, da Marinha, o número de sobreviventes continua incerto já que outras embarcações estão ajudando no resgate e algumas pessoas conseguiram chegar à margem por conta própria. Além disso, não se sabe se todos sobreviventes receberam atendimento médico.

No total, 129 passageiros e 4 tripulantes estavam a bordo.  Mais cedo, a Capitania dos Portos informou que 23 pessoas tinham morrido por causa do acidente, mas o número foi revisado pelo Instituto Médico Legal no final da tarde. Veja o mapa do acidente:

A Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) recebeu às 7h45, por meio de rádio, o pedido de socorro enviado pela embarcação Joana Angélica, com a informação de que a lancha de passageiros Cavalo Marinho I havia naufragado perto da localidade de Barra da Penha, na Ilha de Itaparica, na Baía de Todos os Santos.

De acordo com o comando, imediatamente, o Serviço de Busca e Salvamento do Leste, operado pelo 2º Distrito Naval, enviou para o local do acidente cinco embarcações da Capitania dos Portos e quatro navios com médicos e mergulhadores a bordo, um total de 130 militares da Marinha.

Em nota, o comando informou que serão instaurados dois inquéritos, um para apurar o que aconteceu e outro, administrativo, para investigar causas, circunstâncias e responsabilidades do “lamentável e doloroso acidente”.

Vídeo mostra embarcação cheia de água

Um vídeo obtido pela rádio BandNews mostra que, em maio deste ano, a mesma embarcação quase virou, segundo relatos de passageiros:

Pessoas aguardam resgate

As imagens mostram pessoas esperando o trabalho de resgate na Ilha de Itaparica.

Outro acidente

Ainda ontem, um barco com 70 pessoas também afundou no rio Xingu, no Pará, entre Santarém e Vitória do Xingu.

Pelo menos dez mortes foram confirmadas, e os trabalhos de resgate foram retomados nesta quinta.

*Matéria em atualização

(com informações da Agência Brasil)