Kim Kataguiri diz que Bolsonaro usa Estado para proteger o filho

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo e ao portal UOL, o deputado do MBL negou "traição" do movimento ao criticar o presidente da República

Líder do Movimento Brasil Livre (MBL) e deputado federal (DEM-SP), Kim Kataguiri afirmou em entrevista à Folha de S. Paulo e ao portal UOL que o presidente Jair Bolsonaro “usa a estrutura do Estado para proteger o filho” Flávio Bolsonaro, senador (sem partido) e investigado pelo Ministério Público.

Um dos deputados mais jovens da Câmara, Kataguiri negou na entrevista que as duras críticas ao presidente Bolsonaro representem uma traição. Segundo ele, a escolha por Bolsonaro no segundo turno da eleição teria sido um “voto útil” contra Fernando Haddad (PT-SP).

Kataguiri também rechaçou apoio a Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, como candidato à presidência da República em 2022, por discordar do fato de Maia ter pautado aumento do fundo eleitoral.

O MBL tem pretensões de se lançar um partido para as eleições majoritárias de 2022.