Justiça nega pedido para adiar provas do Enem

Com isso, exame deve acontecer nos próximos sábado e domingo. Estudantes que fariam a prova em escolas ocupadas farão o teste nos dias 3 e 4 de dezembro

São Paulo – A Justiça Federal do Ceará negou, nesta quinta-feira (3), o pedido do Ministério Público Federal do estado para cancelar a aplicação da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no próximo fim de semana.

Com isso, está mantida a aplicação da prova neste sábado e domingo. O exame será adiado, contudo, para cerca de 191.014 estudantes que fariam a prova em mais de 300 escolas ocupadas contra a PEC do Teto.

A informação foi confirmada para EXAME.com por Maria Inês Fini, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).”Está mantida a decisão que o Inep anunciou”, afirmou Maria Inês.

Segundo a presidente do Inep, amanhã, às 11h, o ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, vai anunciar a lista final de locais que terão a prova adiada.

“O número de alunos que farão a prova em dezembro só irá aumentar se tivermos a confirmação de que há mais ocupações. Estamos verificando com os coordenadores dos locais de prova para ter um bom levantamento para anunciar amanhã de manhã”, disse Maria Inês.

Veja também