Justiça liberta jovens presos em protestos

No caso dos três jovens, eles vão responder em liberdade desde que se apresentem uma vez por mês à Justiça

São Paulo – Em uma audiência de custódia no Fórum da Barra Funda nesta sexta-feira, 4, a Justiça libertou os três ativistas presos no dia anterior durante um protesto na Avenida Faria Lima, zona oeste da capital paulista.

Eles participavam de ato contra o projeto de reorganização do ensino do governo Geraldo Alckmin (PSDB).

Os maiores de idade Vinícius Helmert, Douglas Oliveira Ferreira e Andreza Delgado Silva foram detidos em flagrante e acusados pelas policias Militar e Civil pelos crimes corrupção de menores, lesão corporal contra um PM, resistência e desobediência e dano ao patrimônio público por supostamente terem usado carteiras escolares para depredar uma viatura.

Eles passaram a noite em carceragens. O delegado assistente do 14° DP (Pinheiros), Jaime Pimentel Júnior, solicitou no flagrante que a Justiça trocasse a prisão preventiva por medidas cautelares.

No caso dos três jovens, eles vão responder em liberdade desde que se apresentem uma vez por mês à Justiça.