Justiça exclui candidato ao governo do RS da disputa

João Carlos Rodrigues foi afastado por falta de apresentação da prestação de contas da campanha de 2010

Porto Alegre – O candidato do PMN ao governo do Rio Grande do Sul, João Carlos Rodrigues, foi afastado da disputa eleitoral pela Justiça.

A informação foi divulgada nesta terça-feira, 16, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RS), que não recebeu pedido de inscrição de nova candidatura até o prazo, encerrado no dia 15, e vai redistribuir os 51 segundos de tempo que Rodrigues tinha entre os outros sete concorrentes.

O registro da candidatura do PMN foi indeferido no dia 4 de agosto por falta de apresentação da prestação de contas da campanha de 2010, quando Rodrigues concorreu a vice-governador na chapa de Carlos Schneider, também do PMN.

A decisão foi confirmada pelo Tribunal Superior Eleitoral em 22 de agosto.